CNDL
varejo-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-cnc-fecomercio-sesc-senac-cndl-sindilojas-cdl-lab-hub-ecossistema-omnivarejo-ingressos-aldo-rosa-ceo-1
marcas-e-lideres-2024-rede-brasilinovador-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-corporates-investimento-febraban-tech-ciber-seguranca-bancos
rede-rs-cidade-2024-brasil-inovador-rio-grande-sul-aldo-rosa-ceo-reconstrucao-doacoes-resgate-acolhimento-abrigo-municipio-enchente-randoncorp-daniel-instituto-elisabetha-randon
varejo-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-lab-hub-ecossistema-aldo-rosa-ceo-palestrante-cnc-fecomercio-sesc-senac-cndl-sindilojas-cdl-serasa-conecta-auto-olx-sp
varejo-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-lab-hub-ecossistema-aldo-rosa-ceo-palestrante-cnc-fecomercio-sesc-senac-cndl-sindilojas-cdl-serasa-abf-expo-feira-franquia-2

VW Virtus leva nota máxima em segurança e é 5 estrelas no Latin NCAP

VW Virtus leva nota máxima em segurança e é 5 estrelas no Latin NCAP

O Volkswagen Virtus recebeu, nesta quarta-feira (26), nota máxima em segurança pelo Latin NCAP. Os resultados levam em consideração o novo protocolo de testes do Programa de Avaliação de Carros Novos para América Latina e o Caribe (2020-2024) que avalia o nível de segurança dos modelos vendidos na região. O sedã da VW recebeu as cinco estrelas máximas.

Produzido em São Bernardo do Campo (SP) o irmão do Polo teve resultados satisfatórios graças à boa lista de equipamentos. De série, o sedã vem com seis airbags, por exemplo. Tem na lista, ainda, conforme recomendações do Latin NCAP, sistemas de assistência ao motorista.

Cabe recordar que em 2022, o Latin NCAP já tinha avaliado o VW Virtus fabricado na Índia, onde também obteve cinco estrelas. Agora, o órgão testou as unidades fabricadas no Brasil para verificar se ambas as origens têm o mesmo desempenho de segurança. Desse modo, “O processo de auditoria demonstrou que o Novo Virtus fabricado no Brasil corresponde ao desempenho de cinco estrelas do Latin NCAP do Novo Virtus fabricado na Índia”, disse o órgão, em comunicado.

Os testes

O novo protocolo do Latin NCAP (2020-2024) divide-se em quatro grupos de avaliação. São eles: a proteção aos ocupantes adultos, a proteção aos ocupantes crianças, a proteção aos pedestres e os sistemas de assistência ao condutor. A nota geral é, portanto, definida pelo menor índice entre os grupos.

No grupo de proteção aos ocupantes adultos, realiza-se os ensaios que englobam uma série de requisitos de segurança e de performance biomecânica, através de impacto frontal a 64 km/h contra uma barreira deformável com 40% de sobreposição da frente do veículo, impacto lateral (contra uma barreira deformável montada em um trenó a 50 km/h contra o veículo) e impacto lateral contra o poste. Nesta última, por fim, o trabalho consiste em lançar o veículo lateralmente a 29 km/h em direção a um poste.

Ademais, há verificação da frenagem autônoma de emergência até 50 km/h, avaliação do efeito chicote na coluna cervical (whiplash), integridade do sistema de combustível e adicionalmente a folha de resgate para o corpo de bombeiros. Isso, em síntese, indica os pontos corretos de corte da estrutura.

Relatório

De acordo com o Latin NCAP, a proteção oferecida à cabeça e pescoço do motorista e do passageiro teve bom desempenho nos testes de impacto frontal. “A área dos pés foi considerada estável e simétrica no lado do passageiro e do motorista”, diz o órgão.

Já para casos de impacto lateral, a cabeça, o abdômen e a pélvis receberam boa proteção, e o tórax recebeu a proteção adequada. Já em impacto lateral de poste, a cabeça, o abdômen e a pelve receberam boa proteção, enquanto o tórax ganhou proteção marginal.


https://jornaldocarro.estadao.com.br