varejo-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-cnc-fecomercio-sesc-senac-cndl-sindilojas-cdl-lab-hub-ecossistema-omnivarejo-ingressos-aldo-rosa-ceo-1
super-inovador-varejo-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ecossistema-hub-startup-aldo-rosa-ceo-palestrante-abras-supermercado-gs1-brasil-em-codigo-1d-2d-(16)
varejo-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ai-aldo-rosa-palestrante-cnc-fecomercio-sesc-senac-cndl-sindilojas-cdl-lab-hub-ecossistema-feira-eletrolar-show-sp
varejo-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ai-aldo-cargnelutti-ceo-palestrante-cnc-fecomercio-sesc-senac-cndl-sindilojas-cdl-e-commerce-forum

Novo projetor The Freestyle chega ao Brasil e ele custa quase a metade do anterior

Novo projetor The Freestyle chega ao Brasil e ele custa quase a metade do anterior

A Samsung anunciou, nesta quarta-feira (11), o lançamento da segunda geração de seu projetor The Freestyle. O produto continua com proposta de ser portátil e literalmente não muda nada por fora, mas por dentro ele tem lâmpada com maior tempo de vida, pode ser utilizado em par para aumentar a projeção e agora custa quase a metade do modelo anterior.

O que você precisa saber:
  • A segunda geração do The Freestyle chega ao Brasil com quase a metade do preço do modelo anterior
  • Ele é literalmente idêntico por fora, mas por dentro mudanças sutis chegam para justificar o novo modelo
  • Uma é o maior tempo de duração da lâmpada de projeção, enquanto outra está na possibilidade de juntar dois projetores para ver um só conteúdo maior
  • Ele também ganhou uma bateria, vendida separadamente e que supre até três horas de projeção longe da tomada

Em 2022 a Samsung resolveu entrar em um mercado pouco explorado pelas empresas: o de projetores mais compactos. O The Freestyle nasceu com a proposta de poder ser levado para todo lado, até por conta de sua bateria externa. No Brasil ele chegou caro demais e sem a possibilidade de ter a fonte de alimentação que realmente coloca o produto onde o usuário quiser.

Pouco mais de um ano depois e a segunda geração do The Freestyle chega ao Brasil com um recurso excelente em qualquer produto: ele custa quase a metade do modelo anterior. Resolvendo o custo altíssimo, o gadget também passa a ter a bateria externa sendo comercializada em nosso país e agora ele pode ser realmente portátil.

Olhando por fora, é impossível distinguir um modelo do outro, mas por dentro algumas mudanças chegam. A projeção ainda pode ter até 100 polegadas de tamanho, a resolução continua Full HD e um alto-falante no lado oposto permite o uso do The Freestyle sem nem conectá-lo em um sistema sonoro externo, mas a lâmpada ganhou mais tempo de vida.

The Freestyle pode projetar por 10 anos

A Samsung promete que ela segue sem queimar por 30 mil horas, o que dá 10 anos se o usuário projetar qualquer coisa por oito horas em todos os dias dessa década. O número é 10 mil horas superior ao prometido na geração passada, mesmo sem trocar o componente.

Assim como a resolução e tamanho da projeção, o brilho segue inalterado, mas o hardware agora abre aplicativos 59% mais rápido. Com isso, o Tizen apresenta menos engasgos e eles são controlados por um controle remoto, que nesta geração pode ser recarregado com um painel solar atrás dele.

Por fim, a maior mudança está na possibilidade de parear dois The Freestyle de segunda geração para que as projeções fiquem sincronizadas e um só conteúdo seja visível. Com isso, o tamanho máximo sobe para 160 polegadas na vertical ou horizontal.

Quando e quanto?

O novo The Freestyle ficou bem mais barato que a geração anterior, mas ele ainda tem preço salgado marcado em R$ 3.999. A bateria é vendida separadamente e custa R$ 1.999, com três horas de projeção garantida. Você pode plugar uma powerbank, mas ela precisa ter USB PD e entregar ao menos 50 watts – o que elimina qualquer bateria externa vendida pela Samsung no Brasil.


https://olhardigital.com.br