CNDL
varejo-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-cnc-fecomercio-sesc-senac-cndl-sindilojas-cdl-lab-hub-ecossistema-omnivarejo-ingressos-aldo-rosa-ceo-1
marcas-e-lideres-2024-rede-brasilinovador-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-corporates-investimento-febraban-tech-ciber-seguranca-bancos
rede-rs-cidade-2024-brasil-inovador-rio-grande-sul-aldo-rosa-ceo-reconstrucao-doacoes-resgate-acolhimento-abrigo-municipio-enchente-randoncorp-daniel-instituto-elisabetha-randon
varejo-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-lab-hub-ecossistema-aldo-rosa-ceo-palestrante-cnc-fecomercio-sesc-senac-cndl-sindilojas-cdl-serasa-conecta-auto-olx-sp
varejo-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-lab-hub-ecossistema-aldo-rosa-ceo-palestrante-cnc-fecomercio-sesc-senac-cndl-sindilojas-cdl-serasa-abf-expo-feira-franquia-2

Mercado de bem-estar movimenta US$ 5,6 trilhões no mundo e Brasil lidera o setor na América Latina

Mercado de bem-estar movimenta US$ 5,6 trilhões no mundo e Brasil lidera o setor na América Latina

Pesquisa aponta que mercado de bem-estar movimenta US$ 5,6 trilhões no mundo e Brasil lidera o setor na América Latina

O estudo global do GWI, apoiado pela AG7, mostra que a economia wellness cresce mais de 12% ao ano; apenas no segmento imobiliário, gera US$ 400 bilhões

O Global Wellness Institute (GWI), líder em pesquisa e fontes educacionais para a indústria do bem-estar, divulgou novos dados do estudo “A Economia Global do Bem-Estar: Brasil”, que destaca a performance do setor globalmente. Patrocinada pela AG7, principal incorporadora de wellness building do país com foco em alto luxo, a pesquisa mostra que esse mercado movimentou cerca de US$5,6 trilhões entre 2020 e 2022, sendo que quase US$400 bilhões são referentes ao segmento imobiliário. No período, isso gerou uma Taxa de Crescimento Anual Composta (CAGR) de 12,1%.

Ao todo, mais 10 setores foram medidos pelo levantamento. Dentre eles, estão: Cuidados Pessoais e Beleza; Alimentação Saudável, Nutrição e Perda de Peso; Atividade Física; Turismo de Bem-Estar; Saúde Pública, Prevenção e Medicina Personalizada; Medicina Tradicional e Complementar; Bem-Estar Mental; Spas; Bem-Estar no Local de Trabalho; e Fontes Termais/Minerais.

“O estudo comprova que a economia do bem-estar está crescendo e se diversificando tanto no Brasil quanto no mundo”, destaca Andressa Gulin, médica e Sócia da AG7. “Os dados ressaltam que muitas empresas estão focadas em trazer mais qualidade de vida para as rotinas das pessoas”, completa.

Susie Ellis, presidente e CEO do GWI, reforça esse raciocínio: “Ao disponibilizar essas informações para todos, a AG7 desempenha um papel crucial ao colocar a análise detalhada do GWI nas mãos de investidores, acadêmicos, líderes empresariais e agências governamentais interessadas em compreender o mercado de bem-estar brasileiro e as oportunidades futuras”, afirma.

Crescimento do setor no Brasil

No recorte brasileiro, o valor movimentado pelo mercado de bem-estar no intervalo de tempo analisado foi de aproximadamente US$96 bilhões, o que representa 5% do Produto Interno Bruto (PIB) do país. Dessa forma, a nação brasileira ocupa a 12º no ranking mundial do setor e assume a liderança entre os 46 países avaliados na região da América Latina e do Caribe.

Para Gulin, isso demonstra que “há uma grande variedade na economia do bem-estar no Brasil, um país reconhecido internacionalmente por avanços em saúde, estética e qualidade de vida e um dos maiores mercados de bem-estar do mundo”. “Os dados deste relatório fornecem indicadores importantes para as empresas, pois revelam claras oportunidades de investimento no país e promovem o desenvolvimento de uma cadeia de produção sustentável e duradoura, tudo isso influenciando positivamente a vida da população em termos de bem-estar e qualidade de vida”, explica.

Projeções para o futuro

Segundo o estudo, o mercado de bem-estar deve continuar crescendo até 2027. A estimativa é que o setor atinja a marca de US$8,5 trilhões no período em questão, com um CAGR projetado em 8,6%. No Brasil, a pesquisa também demonstra essa tendência ao revelar o crescimento dos segmentos entre 2020 e 2022 e a classificação atual dos seus valores:

Cuidados Pessoais & Beleza: #5, +27,2%, US$39 bilhões;
Alimentação Saudável, Nutrição & Perda de Peso: #6, +16,9%, US$31 bilhões;
Atividade Física: #15, +11,9%, US$12 bilhões;
Saúde Pública, Prevenção & Medicina Personalizada: #13, -0,8%, US$7 bilhões;
Turismo de Bem-Estar: #30, +18,8%, US$3 bilhões;
Bem-Estar Mental: #11, +15%, US$2,7 bilhões;
Medicina Tradicional e Complementar: #32, +11%, US$1 bilhão;
Águas Termais/Minerais: #8, +33,3%, US$810 milhões;
Spas: #29, +17,2%, US$680 milhões;
Bem-Estar no Local de Trabalho: #16, +2,4%, US$450 milhões;
Imóveis de Bem-Estar: #45, +14,9%, US$60 milhões;
Economia Total do Bem-Estar: #12, +18,2%, US$96 bilhões.

Sobre os números, Gulin ressalta que cada vez mais os brasileiros procuram alternativas saudáveis de estilo de vida. “No seu modo de viver em moradia, por exemplo, observamos que hoje é imprescindível morar em um local que inspira a saúde física e mental, indo além da estrutura de concreto de uma casa ou apartamento. Por isso, diante dessa demanda, as expectativas para a economia wellness não poderiam ser melhores”, conclui a executiva.

Sobre o Global Wellness Institute

O Global Wellness Institute (GWI), uma organização sem fins lucrativos, é considerado fonte educativa e pesquisadora global líder para a indústria do bem-estar global, sendo conhecido por apresentar as maiores iniciativas da indústria e realizar eventos regionais que aproximam líderes para desenhar o futuro. O GWI impacta de maneira positiva a saúde e o bem-estar mundiais ao educar instituições públicas, negócios e indivíduos em como devem trabalhar para prevenir doenças, reduzir o estresse e aumentar a qualidade de vida total. Sua missão é empoderar o bem-estar em todo o mundo.

Sobre a AG7

AG7 é uma das principais incorporadoras de alto luxo e wellness building do Brasil, pioneira em conectar saúde e bem-estar a moradias inovadoras e de alto padrão. Há mais de 10 anos nesse mercado, a empresa já recebeu certificados importantes como o selo Fitwel, Green Building, reconhecimento internacional de prédio mais saudável do mundo, o prêmio Rethinking The Future Architecture Awards 2020, pelo edifício Ícaro e 2022 pelo AGE360, um dos prêmios mais importantes do mundo do universo da arquitetura e design. Está também em processo de certificação para virar uma empresa Sistema B.