CNDL
varejo-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-cnc-fecomercio-sesc-senac-cndl-sindilojas-cdl-lab-hub-ecossistema-omnivarejo-ingressos-aldo-rosa-ceo-1
marcas-e-lideres-2024-rede-brasilinovador-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-corporates-investimento-febraban-tech-ciber-seguranca-bancos
rede-rs-cidade-2024-brasil-inovador-rio-grande-sul-aldo-rosa-ceo-reconstrucao-doacoes-resgate-acolhimento-abrigo-municipio-enchente-randoncorp-daniel-instituto-elisabetha-randon
varejo-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-lab-hub-ecossistema-aldo-rosa-ceo-palestrante-cnc-fecomercio-sesc-senac-cndl-sindilojas-cdl-serasa-conecta-auto-olx-sp
varejo-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-lab-hub-ecossistema-aldo-rosa-ceo-palestrante-cnc-fecomercio-sesc-senac-cndl-sindilojas-cdl-serasa-abf-expo-feira-franquia-2

Como o varejo se prepara para a Black Friday de 2023?

Como o varejo se prepara para a Black Friday de 2023?

No ano passado, a Black Friday dividiu o final do segundo semestre com as eleições e a Copa do Mundo. Apesar de expectativas altas, o evento registrou uma uma queda de 14% no comércio eletrônico quando comparado com o ano anterior.

Já para a Black Friday 2023, o cenário é de otimismo. Um levantamento realizado pela Mfield mostra que a intenção de compra cresce 32% para a data neste ano, que acontece em 24 de novembro. O dado é uma sinalização positiva para o segmento: 55% dos varejistas acreditam na melhora nas vendas deste ano e apostam em promoções para motivar o brasileiro a comprar. O mesmo estudo indica que 32,8% dos consumidores começam a comparar preços um mês antes do evento, contra apenas 25,1% pesquisam em cima da hora.

Entre as estratégias de preparação, está a antecipação de descontos ao longo do mês. O Magalu utilizou o mecanismo em 2022 e aposta na tendência para este e os próximos anos, conforme indica Felipe Cohen, diretor de operações de marketplace do Magalu. Na última edição da data comercial, o e-commerce do Magalu registrou crescimento de venda comparado ao mesmo período do ano anterior. Ao mesmo tempo, ganhou marketshare e participação de 72% sobre a venda total da companhia.

A Casas Bahia também adotou a prática para unir a Copa do Mundo com o período de compras. Isso garantiu que os consumidores comprassem a TV para assistir aos jogos, pudessem recebê-las antes do início dos jogos. “A venda de aparelhos de TV, que fazem parte da nossa categoria core, foi o carro-chefe. Nossas categorias core, inclusive, voltam a ser nossa aposta para 2023”, diz Vivian Zwir, diretora de marketing do Grupo Casas Bahia.

Black Friday 2023: preço ainda é o principal fator nas compras

Em setembro, o Grupo abandonou o nome Via para voltar às origens. A retomada do slogan “Dedicação Total a Você” segue com a missão de fidelizar o consumidor de Casas Bahia, aliado à proposta de fortalecer a venda de eletrodomésticos, eletrônicos e móveis para trazer consistência em uma categoria em que tem histórico de liderança.

Com a dificuldade do crédito e a alta da taxa Selic, é possível que o consumidor busque garantir os melhores preços e facilidade no pagamento. “Esperamos que o brasileiro explore muito mais as formas de pagamento do que antes. Essa será uma Black Friday marcada pela forte presença do PIX e do crediário”, declara a diretora de marketing do Grupo Casas Bahia, que aposta em facilitar o acesso de brasileiros a bens de consumo de alto valor agregado.

Logística para a Black Friday 2023

Nos últimos anos, a chamada Guerra dos Fretes se intensificou. Varejistas vêm direcionado esforços para logística a fim de melhor atender o consumidor no menor tempo possível. No final de agosto, o Mercado Livre anunciou novos centros de distribuição no Rio de Janeiro e outro em Recife, este a ser entregue em 2024. A expansão permitirá entregas no mesmo dia em áreas metropolitanas e mais rapidez de frete em cidades próximas.

Meli+: como é o novo programa de assinatura do Mercado Livre

Para a Black Friday 2023, a Casas Bahia conta com o investimento em logística feito nos últimos anos. A varejista reorganizou seus 29 centros de distribuição para lidar com a demanda do e-commerce, sobretudo leves, com as aquisições das logtechs ASAPLog e CNT. Dessa forma, conta hoje com uma rede de mais de 300 mil entregadores na última milha.

“A malha própria realiza mais de 64% de todas entregas da rede, sendo 43% realizadas em até 24hs”, explica Vivian. “Contamos com mais de 1.000 lojas — Casas Bahia e Ponto — que funcionam como mini-hubs de entrega, de onde os produtos saem direto para o endereço do destinatário. Também será possível retirar as mercadorias adquiridas online, pessoalmente, na loja, horas após a compra, por meio do Retira Rápido”, complementa.

“Antecipar as ofertas e diluir a Black Friday ao longo do mês se torna um fator importante também por causa disso, pois reduz os gargalos logísticos”, retoma Felipe Cohen, do Magalu. A companhia apostará na vantagem competitiva de operar grande parte de sua logística, por meio das transportadoras GFL, SODE e Malha Luíza.

Omnicanalidade em alta

Ainda que o e-commerce tenha tido uma relevância crescente nos últimos anos, é preciso ter um olhar atento para os pontos de venda físicos. Apesar disso, a tecnologia pode estar presente em ambos os momentos de compra.

A estratégia digital do Magalu: um mix de formatos

A inteligência artificial desempenha papel fundamental para o Magalu, conforme indica o Diretor de Operações de Marketplace do Magalu. Todos os cálculos de volume de produtos é feito loja a loja, de acordo com o perfil do cliente. “Uma loja em Vitória da Conquista é muito diferente de uma loja em Uruguaiana e nossos algoritmos usam dados e diversas variáveis para definir os produtos e as quantidades certas que devem ir para cada uma dessas lojas”, detalha.

A multiplicidade de canais se mostra como uma tendência contínua para melhorar a experiência dos clientes na Black Friday 2023. Hoje, apenas 40% dos consumidores da Casas Bahia optam pelo atendimento humano, pois consideram o autoatendimento mais fluido, prático e simples. Ademais, o “Me Chama no Zap” continuará colocando mais de 15 mil vendedores das lojas físicas à disposição no WhatsApp para conversar sobre os produtos e auxiliar em todo processo de compra.


https://www.meioemensagem.com.br