CNDL
varejo-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-cnc-fecomercio-sesc-senac-cndl-sindilojas-cdl-lab-hub-ecossistema-omnivarejo-ingressos-aldo-rosa-ceo-1
marcas-e-lideres-2024-rede-brasilinovador-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-corporates-investimento-febraban-tech-ciber-seguranca-bancos
rede-rs-cidade-2024-brasil-inovador-rio-grande-sul-aldo-rosa-ceo-reconstrucao-doacoes-resgate-acolhimento-abrigo-municipio-enchente-randoncorp-daniel-instituto-elisabetha-randon

CNC Hunting é lançado durante o Web Summit Rio

CNC Hunting é lançado durante o Web Summit Rio

CNC Hunting é lançado durante o Web Summit Rio

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), lançou, o Web Summit Rio 2024, o programa CNC Hunting, que buscará startups para auxiliar em desafios que as empresas do setor terciário estão enfrentando no mercado brasileiro.

Para o presidente do Sistema CNC-Sesc-Senac, José Roberto Tadros, a curadoria da Confederação é uma ótima iniciativa. “É uma boa oportunidade para que as startups que estão na vanguarda da inovação apresentem projetos à base de empresas associadas à CNC, que, hoje, supera os cinco milhões de estabelecimentos”, afirma Tadros.

O lançamento do projeto, que é uma parceria entre a CNC e a plataforma de investimentos Sai do Papel, foi feito pelo diretor de Economia e Inovação da CNC, Maurício Ogawa. Ele destacou a importância de ações que visem o crescimento das empresas que compõem o Sistema Comércio, especialmente aquelas que têm dificuldade de acesso a crédito.. “Conversamos com empresários e percebemos que há uma expectativa muito grande com a inovação. A partir de uma pesquisa, mapeamos e agrupamos os principais desafios do setor, tendo selecionado os três temas centrais que compõem o programa”, explicou. Confira a transmissão completa da apresentação no canal do Senac-RJ no YouTube.

Para participar, a startup deve apresentar solução para um ou mais dos três desafios propostos. O primeiro é “planejamento tributário e fiscal”, em que se buscam ferramentas inovadoras para simplificar processos fiscais, garantir conformidade legal e aprimorar a gestão financeira dos associados ao Sistema CNC-Sesc-Senac.

O segundo é “análise de dados” que visa capacitar empresários e colaboradores e antecipar tendências do comércio de bens, serviços e turismo para atender consumidores dinâmicos. Por fim, o terceiro eixo é a “transição para o mercado livre de energia”, em que a CNC procura soluções que simplifiquem o processo e ofereçam flexibilidade, eficiência energética e promoção da sustentabilidade.