varejo-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-cnc-fecomercio-sesc-senac-cndl-sindilojas-cdl-lab-hub-ecossistema-omnivarejo-ingressos-aldo-rosa-ceo-1
super-inovador-varejo-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ecossistema-hub-startup-aldo-rosa-ceo-palestrante-abras-supermercado-gs1-brasil-em-codigo-1d-2d-(16)
varejo-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ai-aldo-rosa-palestrante-cnc-fecomercio-sesc-senac-cndl-sindilojas-cdl-lab-hub-ecossistema-feira-eletrolar-show-sp
varejo-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ai-aldo-cargnelutti-ceo-palestrante-cnc-fecomercio-sesc-senac-cndl-sindilojas-cdl-e-commerce-forum

5G pode chegar a mais de 2 bilhões de pessoas até 2027, com Brasil como um dos principais mercados, diz consultoria

5G pode chegar a mais de 2 bilhões de pessoas até 2027, com Brasil como um dos principais mercados, diz consultoria

Em um relatório global, a empresa de consultoria Bain & Company avalia que a quantidade de usuários de 5G deve crescer em 34% nos próximos 4 anos.

A Bain estima que cerca de 2,3 bilhões de pessoas utilizem a tecnologia 5G até 2027. A consultoria avalia que a expansão deve ocorrer em todo planeta, tendo o Brasil como um de seus principais impulsionadores.

Tendência de mercado

A previsão é que o país tenha uma das mais expressivas ampliações de assinantes 5G no mundo.

A rede completou um ano de implementação em julho de 2023, com cerca de 10 milhões de acessos. A Bain estima que o número suba em cerca de 10 vezes até 2027.

Segundo a empresa, o crescimento seria motivado pela rápida expansão da rede e pelo lançamento de novos aparelhos que possuam a tecnologia.

A Bain destaca o papel dos consumidores pioneiros nesse cenário, que são aqueles que estão por dentro das principais tendências e adotam novidades logo que chegam ao mercado.

A pesquisa aponta que em 2022 foram vendidos cerca de 8 milhões de aparelhos celulares configurados para operar com 5G. A estimativa é que as vendas cresçam em 75% neste ano, chegando a 14 milhões de smartphones.

A Bain aponta que a tecnologia tende a ter uma adesão mais rápida no mundo do que o 4G. Para o Brasil, a projeção é de que esta conexão entre em declínio em detrimento do 5G.

Segundo a pesquisa, a quantidade de aparelhos 4G operando deve se manter maior ao longo dos próximos 4 anos, contudo as vendas de aparelhos 5G no Brasil deve superar as vendas de seus antecessores em 2025.

5G no mundo

A Bain estima que o 5G será a tecnologia escolhida por mais de 40% do total de assinantes na Europa e nas Américas até 2027.

Com os países grandes tendo uma maior diversidade nas faixas das bandas – baixa, média e alta – utilizadas, a tendência é de mudança de espectro com o crescimento do 5G.

Principalmente nos Estados Unidos, a mudança deve ser impulsionada pelo reaproveitamento acelerado do espectro e investimento sólido em pesquisa e desenvolvimento no setor.

Até 2027, os EUA devem chegar a maior base de usuários de 5G no mundo com 328 milhões de pessoas conectadas.

Por outro lado, a Ásia-Pacífico (APAC) deve se manter como líder em conexões. A região deve ultrapassar 1 bilhão de usuários em 2027, – quase o dobro do que se estima para as Américas – carregada por Índia, Japão e Indonésia, que a partir de 2025 devem ser responsáveis por, respectivamente, 30%, 18% e 8% do total de usuários da APAC.


https://www.cnnbrasil.com.br